lançamento do livro poetas do SARAU SUBURBANO


Apresentação
Alessandro Buzo

Criei o Sarau Suburbano por livre e espontânea pressão. Muita gente me dizia: — Por que você não faz um sarau ?
Sinceramente, me sentia contemplado em frequentar outros saraus da cidade. E organizar um sarau representava pra mim mais trabalho, sem remuneração, diga-se de passagem. A livraria Suburbano Convicto era ainda no Itaim Paulista, bem menor que a de hoje, no Bixiga. Lá a gente promovia um evento chamado Encontro com o Autor, convidava um escritor pra lançar seu livro e no final sempre rolavam umas poesias.
Um dia recebo um telefonema da amiga Fabiana Menini, de Porto Alegre. Ela queria que eu fizesse “o meu” sarau na Feira do Livro de Canoas. Então expliquei que eu não tinha um sarau, mas ela insistiu argumentando que sempre havia no meu blog poetas que declamavam na livraria. Expliquei que aquilo fazia parte do lançamento de livros na Suburbano Convicto, que a esta altura, 2010, já estava no Bixiga. Não adiantaram todas as minhas explicações, ela estava decidida e disse que ia levar para Canoas eu e o “meu” sarau, que dali em diante se chamaria Sarau Suburbano.
Naquela época fazíamos outro evento no Bixiga, o Suburbano em Debate, que era nada mais do que três debatedores falando de um tema. O assunto da edição seguinte seria exatamente sarau. Para debater, foram convidados Raquel Almeida (Elo da Corrente), Lids Ramos (Sarau da Ademar) e Vagnão (Sarau da Brasa). No final do debate expliquei que daqui a dez dias promoveríamos um evento chamado Sarau Suburbano no Sul do país, e anunciei que naquele momento, ali mesmo no Bixiga, estava nas¬cendo o Sarau Suburbano, em sua primeira edição. Em Canoas, Marilda, Vagnão, Michel Yakini e eu fizemos a segunda edição.
Voltei do Sul e não parei mais, o sarau passou a ser duas vezes por mês, uma no Bixiga (na Livraria Suburbano Convicto) e outra no Itaim Paulista (zona leste de São Paulo, no Espaço Suburbano Convicto). Com a paralisação (não o fim) do Espaço, a gente passou a fazer duas vezes por mês no Bixiga, na segunda e na quarta terça-feira de cada mês.
A partir de 2012, quando o Sarau Suburbano estará completando dois anos, as apresentações passarão a ser semanais, com Tubarão DuLixo, Evandro Borges (meu filho) e eu na direção dos trabalhos. Toda terça-feira terá Sarau Suburbano no Bixiga, rua 13 de Maio, 70/2º andar.
Compartilhar Google Plus

Autor Luter Hip-hop no ar

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo digitando o texto no html .

Postagens Relacionadas

Mensagem mais recente Mensagem antiga Página inicial